O Coletivo DAS FLOR inicia um novo projeto nesse ano de 2014, intitulado DAS FLOR – Um diálogo antropofágico com a Lomba do Pinheiro.

O projeto nasce da intenção de criar um espetáculo na rua a partir da imersão de 13 artistas de diferentes áreas – teatro, dança, circo, música, cinema, fotografia e artes plásticas – no território da  Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre.

O projeto conta com a concepção e encenação de Luciane Panisson acompanhada dos criadores Bebeto Alves, Álvaro Vilaverde, Juliano Barros, Margarida Rache, Marcos Rangel, Ekin, Liége Biasotto,  Júlia Rodrigues, Juliane Senna, Gabriela Chultz, Tiago Expinho,  Vitória Monteiro  e  Vini Silva.

O espetáculo resultará da imersão destes artistas no território da Lomba do Pinheiro, de agosto à dezembro deste ano, através de intervenções e uma oficina gratuita de artes integradas, com 25 vagas, voltada para os moradores do bairro.

A imersão dos artistas no bairro iniciou no mês de agosto de 2014, com saídas de campo da equipe artística, reconhecimento territorial e performances artísticas para divulgação da oficina. O projeto contou com o apoio do Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro, que através do passei gratuito LOMBATUR, levou a equipe a conhecer 14 pontos do bairro, nos proporcionando a percepção da rica diversidade e das diferentes realidades que habitam a Lomba do Pinheiro.

Através deste processo criativo, o coletivo construirá uma narrativa fragmentada baseada na história e na realidade dos moradores deste bairro. A encenação acontecerá entre algumas paradas da Estrada João de Oliveira Remião e ao longo do trajeto se ramificará nas vias de acesso a mesma.

Em Das Flor – um diálogo antropofágico com a Lomba do Pinheiro – o espectador estará inserido em um misto de procissão religiosa e desfile de carnaval, presenciando ao longo do trajeto de algumas horas, relatos compostos pelo hibridismo de linguagens artísticas.

O Projeto DAS FLOR – Um diálogo Antropofágico com a Lomba do Pinheiro  recebeu o Prêmio Procultura – FAC, Sociedade Civil, que financia sua execução.