Foto: Fernando Pires

Foto: Fernando Pires

Serão mais quatro apresentações, nos dias 27 e 28 de agosto, no CCCEV, além de uma intervenção no parque da Redenção, no sábado (24/8)

Quem ainda não conseguiu assistir ao espetáculo Das Flor, terá novas oportunidades, nos dias 27 e 28 de agosto – terça e quarta-feira. Serão realizadas mais quatro apresentações, duas delas destinadas a escolas, instituições e projetos sociais e outras duas abertas ao público. A temporada conta com parceria do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas,1223 – Centro Histórico)  – onde ocorre o espetáculo.

Nestas duas datas, o grupo se apresenta em dois horários: às 10h (exclusivamente para escolas previamente inscritas) e às 19h30 – aberto ao público, com ingressos a R$ 20.

Antes disso, porém, no sábado (24/8), o grupo fará uma intervenção na Redenção (Parque Farroupilha), às 11h. Na ocasião, será construído uma pinha gigante (objeto-dobra em papel kraft de grande dimensão), criado pelo artista Álvaro Vilaverde, que faz parte da cenografia da peça. Será uma oportunidade para as pessoas conhecerem melhor o trabalho do artista plástico e o projeto Das Flor. Depois da construção da dobra, os atores Juliano Barros, Marcos Rangel, Roberta Alfaya e Alvaro farão intervenções do espetáculo por diversos espaços do parque.

Das Flor é um espetáculo que aborda a vida das pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social, através de uma narrativa não linear, que procura dar espaço ao imaginário do espectador. Retrata a vida das pessoas nas ruas, repleta de referências e significados, onde a solidão e solidariedade podem se instaurar, e todos protagonizam, movendo-se em direção aos seus sonhos e desejos.

Em cena, “fatias de corpos brotam do inesperado e revelam, através da poética da dobra, o cotidiano do abandono e da ausência. As faces de um ser que emerge do chão, num misto de larva e feto, tendo a rua por morada e vício, onde o olhar alheio é cúmplice do fato. A humanidade sob um mesmo teto: a vida, ávida por ser a soma de todas as fatias” – explica Luciane.

A cenografia é composta pelos objetos-dobras, criados pelo artista Álvaro Vilaverde, que integra o elenco ao lado de Juliano Barros, Roberta Alfaya e Marcos Rangel. A trilha sonora é composta por Eloy Fristch, que mistura paisagens sonoras e composições eletroacústicas; o figurino é da artista plástica Margarida Rache e é construído a partir do principio da reciclagem e ressignificação de materiais (bricolagem). Luciane Panisson assina a direção desta encenação.

O projeto Das Flor  foi contemplado pela Fundação Nacional de Artes – FUNARTE no edital Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro 2010 e conta com a promoção do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. Através do projeto de Inclusão Cultural, integrante do Programa de Responsabilidade Social Corporativa do Grupo CEEE, 300 jovens moradores dos Territórios de Paz de Porto Alegre (Restinga, Lomba do Pinheiro, Rubem Berta e Santa Teresa), definidos pelo programa de governo RS na PAZ, irão assistir ao espetáculo. Saiba mais sobre o projeto em: www.dasflor.com.br e www.cccev.com.br.

ESPETÁCULO DAS FLOR

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS)

APRESENTAÇÕES ABERTAS AO PÚBLICO: Dias 27 e 28 de agosto, às 19h30

Ingressos: R$ 20 (50% de desconto para estudantes, idosos e funcionários da CEEE)

APRESENTAÇÕES PARA ESCOLAS E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS: Dias 27 e 28 de agosto, às 10h. Entrada franca. Inscrições e agendamentos, pelo email: [email protected]

#Este espetáculo é indicado para maiores de 15 anos.

Informações: www.dasflor.com.br e www.cccev.com.br.

Fones (51) 3228-9710 e 3226-5342